Boa Madrugada - 00:04:17 - Sexta-Feira, 18 de Abril de 2014
 

| Home | Fale Conosco | Biblioteca Online | Organizações Parceiras | Publicações Acadêmicas | Loja Virtual |
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Tecnologia - Detalhes sobre essa informação
Título: Polos tecnológicos terão aporte de R$ 12 milhões
Autor: Publicado no jornal Zero Hora
Data: 25/04/2011
Link: http://www.zerohora.com.br
Artigo:
Lançamento do RS Tecnópole terá presença do ministro Aloizio Mercadante

Com a ambição de alinhar o desenvolvimento científico com a geração de emprego e renda, o governo do Estado apresenta hoje o programa RS Tecnópole, que em uma primeira etapa colocará R$ 12 milhões à disposição dos parques e polos tecnológicos gaúchos. O lançamento, no Palácio Piratini, contará com a presença do ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante.

A primeira ação concreta do programa terá início hoje mesmo, com o lançamento do edital para liberar recursos. Serão até R$ 2 milhões por projeto para os parques tecnológicos já consolidados (Tecnopuc, Tecnosinos e Valetec) e até R$ 1 milhão para outros 11 que ainda estão em fase de projeto ou implantação.

Nessa etapa inicial, os recursos, provenientes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), serão destinados exclusivamente a obras de infraestrutura. Dentro de 30 dias, o secretário estadual da Ciência e Tecnologia, Cleber Prodanov, espera ser possível lançar um segundo edital de apoio a parques tecnológicos no valor de R$ 3,5 milhões.

– O RS Tecnópole não é apenas de um programa para destinar dinheiro a universidades, mas sim de uma iniciativa para promover geração de renda e agregar valor ao que é produzido no Estado. Por isso, vamos investir para fortalecer áreas em que há essa relação clara com os setores produtivos – reforça o secretário.

Intenção é apresentar editais em áreas específicas este ano

Dentro dessa estratégia, o RS Tecnópole deverá lançar, ao longo do ano, editais específicos para projetos nas áreas de petróleo e gás, microeletrônica e coureiro-calçadista, entre outras. O objetivo é chegar ao final do ano com R$ 44 milhões destinados ao segmento de ciência e tecnologia no Estado. Para alcançar a meta, o governo gaúcho trabalha para obter apoio de órgãos financiadores da União.

– Estamos buscando alinhamento com o governo federal nessa questão, e a presença do ministro simboliza esse esforço – diz Prodanov.

Diretor do Tecnopuc, Roberto Moschetta acredita que o RS Tecnópole poderá ajudar o Rio Grande do Sul a recuperar espaço na área tecnocientífica. A perda se deve ao maior apoio dado ao setor em outros Estados. Mosquetta também ressalta que o novo edital dá continuidade à política de liberação de recursos iniciada no governo anterior.

Em 2010, o governo estadual destinou R$ 10 milhões aos parques tecnológicos. Desse total, segundo o atual secretário, apenas cerca de R$ 1,4 milhão foram executados na prática. Isso ocorreu, conforme Prodanov, porque o edital foi lançado quase no final do ano e não houve provisão no caixa do Estado para utilizar os recursos neste ano.
© 2010 INSTITUTO LIBERDADE
Av. Ipiranga 6681 – Prédio 96B, Conj. 107 - Tecnopuc - CEP 90619-900 - Porto Alegre, RS, Brasil
55 51 3384-7158 55 51 3384-6893
| Desenvolvido por SUPORTA Web |
Perfil do IL no Facebook Siga o IL no Twitter Comunidade do IL no Orkut