Boa Madrugada - 01:57:29 - Sexta-Feira, 25 de Abril de 2014
 

| Home | Fale Conosco | Biblioteca Online | Organizações Parceiras | Publicações Acadêmicas | Loja Virtual |
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Segurança - Detalhes sobre esse artigo
Título: Combate ao crime organizado e a criminalidade violenta na estratégia do MP
Autor: Agenda 2020
Data: 19/11/2009
Link: http://www.agenda2020.org.br/integra-noticia.php?id=1485
Artigo:
Nesta quarta-feira, 18/11, aconteceu reunião do Fórum do Ambiente Institucional e Regulatório da Agenda 2020. Na pauta a palestra do promotor Fabiano Dallazen, Coordenador do Centro de Apoio Operacional Criminal da Subprocuradoria-Geral de Justiça do Ministério Público do Rio Grande do Sul.

Dallazen apresentou aos voluntários o Mapa Estratégico do Ministério Público do RS que tem como objetivo o reconhecimento do MP como uma instituição efetiva na transformação da realidade social e protetora dos direitos fundamentais.

Ente as ações estabelecidas no Mapa, ressaltou a intensificação da comunicação da instituição com a sociedade e a valorização da atividade extrajudicial.

- Procuramos agir de maneira harmonioza naqueles espaços onde a sociedade não está suficientemente organizada - afirmou, apontando a participação destacada do MP na formulação do Código do Comsumidor, Estatuto da Criança e do Adolescente, do Idoso e no Meio Ambiente.

O Promotor tratou,igualmente, das diferenças entre o crime organizado e a criminalidade violenta, cujo combate também está entre as ações do Mapa Estratégico.

- O crime organizado se combate com investimento em inteligência e a criminalidade violenta com aumento de policiais nas ruas e mais estabelecimentos prisionais – resumiu.

A palestra integra um ciclo promovido pelo Fórum do Ambiente Institucional e Regulatório da Agenda 2020 para tratar de ações conjuntas na área de Segurança Pública.

Além de Fabiano Dallazen, já participaram os juízes Luciano Losekann, da Vara de Execuções Criminais e o Juiz Corregedor Sidinei Brzuska, responsavel pelo sistema prisional do Estado e o Subchefe da Polícia Civil do Rio Grande do Sul, Álvaro Steigleder Chaves
© 2010 INSTITUTO LIBERDADE
Av. Ipiranga 6681 – Prédio 96B, Conj. 107 - Tecnopuc - CEP 90619-900 - Porto Alegre, RS, Brasil
55 51 3384-7158 55 51 3384-6893
| Desenvolvido por SUPORTA Web |
Perfil do IL no Facebook Siga o IL no Twitter Comunidade do IL no Orkut