Boa Noite - 18:14:07 - Domingo, 20 de Abril de 2014
 

| Home | Fale Conosco | Biblioteca Online | Organizações Parceiras | Publicações Acadêmicas | Loja Virtual |
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Combate à Corrupção - Detalhes sobre esse artigo
Título: Denúncias derrubam Alfredo Nascimento
Autor: Publicado no jornal Correio do Povo
Data: 07/07/2011
Link: http://www.correiodopovo.com.br/Impresso/?Ano=116&Numero=280&Caderno=0&Noticia=312785
Artigo:
O ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, anunciou ontem, em nota, sua decisão de deixar o governo. Ele encaminhou à presidente Dilma Rousseff seu pedido de demissão "em caráter irrevogável". Segundo a nota, Nascimento se afasta para "colaborar espontaneamente para o esclarecimento cabal das suspeitas".

Ele também decidiu encaminhar requerimento à Procuradoria Geral da República pedindo a abertura de investigação e autorizando a quebra de seus sigilos bancário e fiscal. A nota também informa que Nascimento irá reassumir sua cadeira no Senado e a presidência nacional do PR.

Dilma já teria decidido demitir Nascimento. Antes de o comando do PR ir ao Planalto para ouvir o anúncio, Nascimento havia se antecipado e entregado a carta. A revelação sobre o crescimento espetacular no capital da empresa do filho do ministro dos Transportes, publicada ontem em um jornal do Rio de Janeiro, tornou insustentável a permanência do representante do PR no cargo. A avaliação foi feita no Palácio do Planalto e nas bancadas do PR no Congresso.

Um emissário do PR foi levar a Nascimento a decisão de antecipar a data do depoimento no Congresso. Ele, no entanto, estava desaparecido do ministério desde a manhã. À tarde, o ministro convocou Portela e Luciano Castro (PR-RR) à sede do partido para dar conhecimento aos deputados de sua decisão. Os senadores foram avisados quando estavam reunidos com Ideli e com o secretário-geral da Presidência, Gilberto Carvalho, no Palácio do Planalto. "As denúncias atingiram minha família. Volto ao Senado para defender a mim e a minha família", disse Nascimento em telefonema ao líder do PR, senador Magno Malta (ES), ao avisar da carta de demissão.
© 2010 INSTITUTO LIBERDADE
Av. Ipiranga 6681 – Prédio 96B, Conj. 107 - Tecnopuc - CEP 90619-900 - Porto Alegre, RS, Brasil
55 51 3384-7158 55 51 3384-6893
| Desenvolvido por SUPORTA Web |
Perfil do IL no Facebook Siga o IL no Twitter Comunidade do IL no Orkut